20 de julho de 2020

Deborah Blando lança álbum "Polares", gravado há 14 anos


Atualmente morando no Manjushri Kadampa Meditation Center, na Inglaterra, onde estuda para se tornar professora de budismo e de meditação. Deborah Blando lançou na última sexta-feira, 17 de julho, o álbum inédito, "Polares".

O projeto conta com 26 músicas autorais, misturando house, eletro house, trip hop, psy trance e outras vertentes do eletrônico com melodias simples e letras cantadas em inglês e em português que haviam sido gravadas e produzidas entre 2006 e 2007, porém, naquela época o projeto foi engavetado antes de seu lançamento, pois as editoras discográficas brasileiras não sabiam em que mercado colocá-lo.

“Ouvir esse álbum novamente, depois de 14 anos, foi muito emocionante. Eu fiquei chocada! Principalmente revendo as letras. Uma delas fala sobre desinfetar a sala de estar, usar máscaras… Outras falam sobre hipocrisia, como a que estamos vivendo hoje, sobre os mares poluídos, sobre discriminação… Tem outra que fala sobre uma guerra particular, uma nova era e que o mundo estaria para mudar para sempre.”, pontua Deborah. “É um CD premonitório. Parece que a gente sentiu o que estava vindo por aí, no futuro. E esse futuro é hoje… E é muito louco isso! Budha fala que essa noção que a gente tem de tempo não existe da forma que a gente imagina… É uma ilusão que a gente cria para entender as coisas, mas que é baseada na ignorância e não na sabedoria. Então hoje, pra mim, é como se fosse um ensinamento que estou dividindo com os meus fãs. É um CD passado, mas que está no momento presente.”.