25 de dezembro de 2021

Ratinho cai em golpe no WhatsApp e perde R$ 50 mil


O querido apresentador Ratinho que teve sua mansão invadida por criminosos armados no dia 17 de dezembro, na Lapa, em São Paulo, mas não estava por lá, porém, seus funcionários foram roubados, acabou sendo dessa vez alvo de golpistas. 

Durante o quadro "Mesa do Ratinho", da última quarta-feira, 22 de dezembro, que faz parte do seu programa do SBT, o apresentador contou aos espectadores que caiu em um golpe pelo WhatsApp que lhe custou uma bolada.

“Um cara me deu um cano de R$ 50 mil. Se passou pelo meu filho, falou que estava nos Estados Unidos. Ele botou a foto do meu filho no WhatsApp, o Rafael, e ficou escrevendo. Eu falei: fala comigo, filho. 'Não, meu telefone não está falando, só escrevendo'”, disse o apresentador.

A técnica é usada por criminosos para se passar por um familiar e pedir dinheiro. Geralmente o não envio de áudios, ou atender ligações, é a forma como os infratores não são descobertos.

“Ele disse que estava nos Estados Unidos, e eu mandei para ele R$ 50 mil. [Primeiro] R$ 15 mil, daí ele pediu mais R$ 35 mil, eu dei mais 35. Eu não conseguia falar com o número de telefone. Desgraçado”, reclamou Ratinho durante o programa.

Autoridades recomendam a não dar continuidade na conversa após o primeiro contato de um familiar em um número desconhecido. Principalmente quando a forma de escrita também é diferente e o assunto é o pedido de um pagamento. O cuidado também deve ser redobrado quando é pedido para enviar um código de seis dígitos.